Quando interpretamos errado essas frases que lemos em livros, que são citados em conversas ou são tidos como mantras por alguém que nos cerca.



Hoje pela manhã eu estava passeando pelo Pinterest e me deparei com a seguinte frase "Tudo que eu preciso é de alguém que me salve quando eu ... estiver desmoronando." da imagem ao lado.
Fiquei pensando em quantas pessoas foram atingidas por essa frase e quantas adotaram como mantra e objetivo a ser conquistado em suas vidas.
Na realidade ao ler observei duas interpretações que remetem a quem eu fui e a quem sou hoje.
Minha primeira interpretação me transporta a quem fui e a forma como pensava e sei que muitas meninas pensam assim. Eu acreditava que ter um homem ao meu lado me daria o chão que eu tanto almejava, aquilo que sentia falta era ele quem me proporcionaria, quando de fato não é! Se eu me sinto mal pela minha aparência a única pessoa que poderá fazer algo por mim para que eu me sinta melhor sou eu mesma e não uma segunda pessoa para me chamar de linda e me dizer que sou maravilhosa.
Acredito que além desse mundo que vive um esteriótipo doentio de beleza em primeiro lugar, a mídia influência e muito, e me refiro aos desenhos animados, aos filmes, aos contos de fada que sempre colocam o príncipe encantado como um ser perfeito que enche a Cinderela, Branca de Neve, Bela Adormecida, ... de mimos, carinhos, "amor", entre outros, limitando a visão real das coisas e permitindo que milhões de meninas e consequentemente jovens venham criar mentalmente perfis de pessoas que seriam perfeitas para elas. Esse encanto e construção do ser ideal, a idealização as limitam e muito pois como sabemos, e não nenhuma novidade, não existe um ser humano real que seja ideal/perfeito.
Ao encontrar alguém que concorda em fazer parte da vida um do outro toda essa idealização é depositada, mas são pessoas diferentes/distintas e isso gera frustração no parceiro o que leva ao término.
Lição dada, lição vivida, lição aprendida. Essa foi minha experiência!
Mas em seguida a essa minha primeira interpretação surgiu uma segunda, que vem a corresponder quem eu sou hoje.
Hoje existe um alguém em minha vida que me salva quando estou desmoronando, que na verdade nem me deixa desmoronar, ele me apoia em tudo e me permite crescer e me tornar alguém melhor.
Ele se chama Jesus, Ele com sua enorme sabedoria me proporciona amadurecer e compreender muitas coisas que estão a minha frente, que estão acontecendo ou que já são passado.
Hoje posso estar aqui escrevendo sobre duas Vanuza, uma que se iludia com qualquer rapaz que via e imaginava e projetava todas suas idealizações nele sem sequer o rapaz ter aberto a boca para me cumprimentar e a outra Vanuza, a atual que sabe que muitas dessas idealizações são fruto de características que eu não possuía e que acreditava que só poderia encontrar através de outra pessoa.

Se você se encaixa no perfil da Vanuza antiga saiba que Jesus pode te ajudar, mas depende somente de você! É preciso dizer "-Sim!" e permitir que ele transforme o seu ser assim como fez em mim e por mim.
Isso depende de você, não da sua religião, não da sua Igreja, não dos seus líderes, pois mesmo frequentando anos uma Igreja podemos encontrar religiosos e não pessoas de fé que vivem o verdadeiro amor de Deus..

É isso! Beijos e até a próxima :-)


Deixe um comentário