A linguagem dirige nossos pensamentos para direções específicas e, de alguma forma, ela nos ajuda a criar a nossa realidade, potencializando ou limitando as nossas possibilidades. A habilidade de usar a linguagem com precisão é essencial para uma boa comunicação.

No meio evangélico muito se fala sobre o poder das palavras, até ouvir o conteúdo desse texto eu acreditava que "O Poder das Palavras" se dirigiam à fofoca, às palavras ditas sem pensar. Mas o impacto do texto foi muito grande e precisei pedir uma cópia a minha chefe.

Inicia-se assim aqui uma série de posts com o tema "O poder das Palavras".



Não


I. CUIDADO COM A PALAVRA NÃO.

A frase que contém não, para ser compreendida, traz à mente o que está junto com ela. O NÃO existe apenas na linguagem e não na experiência.
Por exemplo: pense em "NÃO" ... Não vem à mente. Agora, vou lhe pedir não pense na cor vermelha ... Eu pedi para você NÃO pensar na cor vermelha e você pensou.
Procure falar no positivo, o que você quer e não o que você não quer.




Espero que com essa série muitas pessoas passam a refletir sobre as palavras ditas e seus impactos.

Até!