Conhecimentos do Pai: Histórias Bíblicas - Jesus e A Mulher Samaritana:


  Samaritanos e judeus não eram povos amigos na época em que Jesus esteve aqui na Terra. Eram povos que guardavam suas diferenças e rivalizavam uns com os outros!
  Mas Jesus, sinônimo de amor, amor puro e verdadeiro, revolucionou o mundo todo com as demonstrações de amor que dava constantemente. Em João 4: 1-4, Jesus demonstra mais uma vez seu amor, caminha até Samaria. Era necessário que assim fosse feito.
Ao chegar a este lugar, Jesus se aproximou de um poço e então vinha uma mulher samaritana em direção ao poço e eis que Jesus pede para que ela lhe sirva água.

Nisso veio uma mulher samaritana tirar água. Disse-lhe Jesus: "Dê-me um pouco de água".
João 4-7

Ela questiona:

A mulher samaritana lhe perguntou: "Como o senhor, sendo judeu, pede a mim, uma samaritana, água para beber?" (Pois os judeus não se dão bem com os samaritanos.)
João 4-9

Jesus derrama de seu amor, Ele não é bruto, grosso, não a maltrata verbalmente e muito menos fisicamente. Ele tem com ela um respeito, raríssimo para uma época em que só os homens e de linhagem nobre tinham esse repeito.
  Em João 4- 10 a 15 ocorre um diálogo, a conversa continua e Jesus fala sobre a água viva. Nós entendemos o que é a água viva mencionada pelo Senhor, mas aquela mulher não entendeu. 

>> Sabe por que ela não entendeu? 

Ela não entendeu porque não vivia um amor genuíno, uma amor único, ela vivia um padrão.
Que padrão? 
Para nós posso dizer que o padrão seria:

      Culto de Domingo  >  Louvor  >  Cuidar dos Jovens  >  Ler a Bíblia  >  Ouvir Louvores 

E a aplicabilidade? Ouvir a palavra no culto é ótimo, assim como louvar e ouvir louvores, cuidar das ovelhas é muito importante, como também o é ler a Bíblia, mas e a qualidade? E você? Isso tudo é um padrão, entenda: é importante realizar tudo isso descrito, mas o seu tempo a sós com Deus é mais, a unção é mais, a oração - nossa conversa com o Pai - é mais importante! É assim que nos fortalecemos, é assim que Deus nos prepara, nos molda, nos ensina, estamos falando de um relacionamento íntimo, estreito, único e exclusivo.
    Deus oferece diariamente doses únicas e exclusivas de água viva para nós!
    Nós nos importamos com determinadas áreas de nossas vidas como se fossem únicas, exclusivas. E não é assim! 
    Uma das questões que tenho mais visto é o grande problema de ficar solteira, de ser solteira. A necessidade quase que doentia em se casar, em ter um compromisso conjugal. 
    Entenda que enquanto Deus não tiver trabalhado em todas as áreas da sua vida, as bênçãos serão limitadas. Entregue de uma vez TODAS as áreas da sua vida e entenda e permita a ação de Deus sobre todas elas.
    Deus quer que o amemos primeiramente, para só depois amarmos outro (como um namorado/noivo/marido). E só Deus pode responder a pergunta: "- Vou amar a Deus acima de todas as coisas", costumo dizer que Deus nos conhece melhor que nós mesmos nos conhecemos e essa verdade se confirma com o que disse anteriormente, Deus sabe se quando você tiver um namorado vai colocá-lo a frente dEle, da família, do ministério, até mesmo a frente de você mesma.

Então, entregue de todo o coração, se prepare pois a batalha é difícil e árdua. cansativa, mas não desanimadora. Deus ao fim proporciona renovo, proporciona restauração e aí sim Ele envia as bênçãos que merecemos, na medida que amadurecemos.

Fique na paz de Cristo, Jesus!
Até :-)





Imagem: Pinterest


Deixe um comentário