Uma das características da arquitetura sustentável, e que vem a ser da arquitetura minimalista também, são as imensas janelas.
  Explicar o motivo é fácil: acontece que a iluminação natural e a ventilação são maiores, diminuindo dessa forma a utilização de meios artificiais. 
 Cada vez mais tem sido explorado essa opção, que além do benefício financeiro que ocorre em decorrência, oferece vistas incríveis.
 Para a arquiteta Marina Vella:

"A paisagem estava aqui antes da casa, por isso deveria
continuar sendo mais importante."
Casa e Jardim (2016)

 Analisar o terreno, observar o nascer e o pôr do sol, os pontos onde ocorrem mais iluminação e onde proporciona mais beleza natural, são essenciais para o sucesso do resultado final.
 Durante a realização de um projeto, o arquiteto Carlos Verna mencionou:

"Posicionei cada uma das janelas pensando em 
enquadramentos que transformassem as
paisagens em quadros."
Casa e Jardim (2016)

A cliente, Adriana Haddad expõe:

"Os cinco anos que levamos para construir permitiram 
entender o sol, a natureza, e definir quais seriam as
melhores posições da casa e dos ambientes;"
Casa e Jardim (2016)

 Mais inspirações?!

Varanda | A laje do teto avança em balanço para cobrir o deque. A moradora…:



Apenas o essencial:



Limantos Residence / Fernanda Marques Arquitetos Associados:


.:


Integrada à cozinha por painéis de vidro em caixilhos metálicos deslizantes, a…:

⭐:



Referências:

CASA E JARDIM: A vista como companhia. São Paulo: Globo, jul. 2016. Mensal. Autora: Stephanie Durante.

CASA E JARDIM: Acima das nuvens. São Paulo: Globo, jul. 2016. Mensal. Autora: Carol Scolforo.

Imagens: Pinterest & Google Imagens



Att.


Deixe um comentário